Ouça Agora:
Radio Gospa Mira 105.7 fm

Como fostes fiel no pouco eu te confiarei muito mais

Na parábola dos talentos Jesus conta aos seus discípulos que um homem que tendo que viajar, reuniu seus servos e lhes confiou seus bens. A um ele deu cinco talentos, a outro ele deu dois talentos, e a outro um talento ,segundo a capacidade de cada um, depois partiu. Logo em seguida o que recebeu cinco talentos negociou com eles e fez produzir outros cinco, do mesmo modo o que tinha dois negociou e fez produzir outros dois, e oque recebeu apenas um foi cavar a terra e foi esconder dinheiro do seu senhor.

Muito tempo depois o senhor daqueles servos voltou e pediu lhes contas.
O que recebeu cinco talentos apresentou ao senhor dez talentos porque tinha conseguido mais cinco, o que tinha recebido dois talentos apresentou ao senhor quatro talentos, o senhor disse a eles muito bom servos fiéis já que foram fiéis no pouco eu te confiarei muito mais, por fim veio oque recebeu apenas um talento e disse eu sabia que o senhor é um homem duro que colhe aonde não planta por isso tive medo e fui esconder teu talento na terra ,eis aqui o que te pertence.

Respondeu o senhor servo mau e preguiçoso devias levar o dinheiro ao banco que eu receberia os juros do que e meu ,tirai lhe este talento e dá-o ao que tem dez porque todo aquele que tem será dado mais e terá em abundância, mas ao que não tem será tirado ate aquilo que julga ter, quanto ao servo inútil será jogado na escuridão.

Irmãos está parábola vem dizer para nós que o senhor dá a cada um de nós talentos. Esses talentos são dados conforme a capacidade de cada um, a um da cinco a outro da dois a outros da um talento. Podemos pensar que os talentos que Deus nos da são os dons que são dados a cada um de nós, pode ser o dom da vida ou os dons para serem colocados a serviço do reino.

A palavra desta liturgia tem que nos levar a refletir o que estou fazendo com minha vida e com os dons que Deus me deu? Estou colocando meus dons a serviço fazendo ele multiplicarem, estou administrando o dom da minha vida ou estou enterrando os talentos que Deus me confiou. Temos que entender que tudo é por ele e para ele.

O senhor ele não cobra que temos que ser extraordinários ele quer que sejamos fiéis. Ele não exige grandes feitos porque os talentos são distribuídos conforme a capacidade de cada um. Temos que ficar atentos porque um dia o senhor retornará e pedirá contas dos talentos confiado a cada um de nós. Aos que forem fiéis o Senhor confiará muito mais e ao que não tem até oque ele pensa que tem será tirado e este será lançado na escuridão.

Que sejamos fiéis ao Senhor e que os dons que o Senhor nos deu possam alegrar o coração do nosso Deus e um dia na eternidade possamos nos alegrar juntos para sempre na presença do Senhor. E que ninguém seja lançado na escuridão onde há choro e ranger de dentes. Que o bondoso Deus nos abençoe e nos dê a sabedoria para bem viver e colocar nossos dons a serviço do reino de Deus.

Texto: Dario Rossine

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Leia Mais

Caminho Vocacional

Se você sente o chamado a servir a Deus  dentro do nosso carisma, e quiser iniciar uma caminhada vocacional, fale conosco!

Contatos

Newsletter

Seja o primeiro a receber

nossas novidades!
© Copyright Comunidade Reviver. Feito com  por