Ouça Agora:
Radio Gospa Mira 105.7 fm

Tu és Pedro e sobre esta pedra construirei a minha igreja

A solenidade de São Pedro e de São Paulo é uma das mais antigas da igreja, sendo até mesmo anterior á comemoração do Natal. Desde o século III se une na mesma celebração as colunas de sustentação da igreja. Os dois são considerados os pilares que sustentam a igreja tanto por fé e pregação como pelo ardor e zelo nas missões, sendo glorificados no final de suas vidas com a coroa o martírio, por serem testemunhas fieis de Cristo.

Celebrar os Apóstolos Pedro e Paulo é um testemunho de fé na igreja, una, santa, católica e apostólica.  Eles são os últimos elos de uma corrente que nos liga a Jesus. Celebrando estes dois santos estamos venerando os pilares da nossa fé, os patriarcas do povo cristão. Ambos foram perseguidos e mortos pelo comando do imperador Nero, por volta do ano 64 d.C.

Pedro era um pescador da Galileia. Passava os dias no mar com seu Pai Jonas e o irmão André. Foi aí que, numa tarde, quando lançava as redes para a última pescaria, ouviu, com seu irmão, o chamamento de Jesus que passava: “Venham após mim e farei de vocês pescadores de gente”. Começou, assim, a sua extraordinária aventura: seguir o Mestre e se entregar aos seus ensinamentos, com total confiança no seu amor, nos seus propósitos   e no seu poder divino.

Paulo nasceu em Tarso, atual Turquia. Era um soldado romano, que servia aos mestres da lei, perseguindo os cristãos. Sua conversão ocorreu quando tinha em torno de 28 anos, no caminho para Damasco, para onde seguia, para mais uma missão de prender cristãos. Durante o percurso uma luz muito forte, vinda do céu, o envolveu e ele caiu no chão. Nesse momento ele teve a experiência do encontro com Jesus Ressuscitado, que o questionava o motivo de perseguir cristãos. Ficou cego temporariamente e, a partir do encontro com Ananias, já em Damasco, foi batizado, recuperou a visão e se tornou um dos maiores defensores e propagadores do Cristianismo.

O trabalho de evangelização dos dois pilares da igreja, Pedro e Paulo, não se trata de uma obra de ficção, mas de uma prática profunda, sofrida e testemunhada, até com a própria vida, dos ensinamentos de Jesus.

São Pedro é o apostolo que Jesus Cristo escolheu e investiu da honraria de ser o primeiro papa da igreja. A função de Pedro não é um cargo para honrarias ou uma recompensa por méritos. É um serviço. Ser testemunha de Cristo, pastor e servo dos cristãos são atribuições que de Cristo passaram para Pedro e, de Pedro, aos seus sucessores, os bispos de Roma.

Rezemos pelo nosso Santo Padre, Papa Francisco, sucessor de Pedro, bispo atual de Roma, para que ele, diante dessa nobre missão de serviço ao Povo de Deus, se mantenha firme na fé e seja vez cada mais o elo a nos unir com o Pai e o Filho que estão nos céus.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Texto: Dalva Pereira Silva Soares

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Leia Mais

Caminho Vocacional

Se você sente o chamado a servir a Deus  dentro do nosso carisma, e quiser iniciar uma caminhada vocacional, fale conosco!

Contatos

Newsletter

Seja o primeiro a receber

nossas novidades!
© Copyright Comunidade Reviver. Feito com  por